Bruno Oliveira

Fenda no asfalto interdita faixa em ponte de SP, desta vez na marginal Tietê


 Uma fenda com cerca de um metro de comprimento aberta no asfalto interditou uma das faixas da ponte do Limão, no sentido bairro, na zona norte de São Paulo. Funcionários da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) isolaram a área com faixas de sinalização, e a Defesa Civil do município foi acionada. 
A ponte do Limão está entre os viadutos que constam em lista elaborada pela Prefeitura de São Paulo das pontes e viadutos que necessitam de obras emergenciais. 


A prefeitura foi procurada para esclarecer se a rachadura é sinal de problema na estrutura do viário, mas ainda não respondeu. 
A rachadura na ponte foi percebida cinco dias após a ruptura de parte de viaduto na marginal Pinheiros, localizado a 500 metros da ponte Jaguaré, no sentido Castello Branco. 
A Prefeitura de São Paulo é alvo de cobranças há mais de uma década para reformar pontes e viadutos que requerem manutenção preventiva e reparos.


A situação se arrasta por pelo menos quatro prefeitos -Gilberto Kassab (PSD), de 2006 a 2012, Fernando Haddad (PT), de 2013 a 2016, João Doria (PSDB), de 2017 a abril de 2018, e Bruno Covas (PSDB)- sem que uma ampla ação efetiva tenha sido realizada.
Segundo o Ministério Público, a maioria das pontes e viadutos da cidade foi erguida entre as décadas de 1960 e 1970 e, desde lá, não passaram por manutenção adequada nem receberam atenção de prevenção a contento.
A falta de atenção rotineira às instalações também acabou por inflar os valores das obras.

Com informações da Folhapress



últimas

  1. SIGA AS ATUALIZAÇÕES SOBRE A QUEDA DA BARRAGEM EM BRUMADINHO EM TEMPO REAL
  2. O que se sabe sobre a queda da barragem em Brumadinho até agora
  3. Sobe para nove o número de mortos na tragédia em Brumadinho, mais de 300 estão desaparecidos
  4. Fux volta atrás de decisão que submetia candidatura de Renan à Justiça de 1º grau
  5. May apresenta plano B para o 'brexit' e diz que voltará a negociar com a UE
On Top