Bruno Oliveira

Covas revoga ordem que proibia servidor de alimentar animais em cemitérios de SP


 O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), mandou revogar ordem que proibia servidores, funcionários terceirizados e prestadores de serviço de alimentar ou fornecer abrigo a animais abandonados que se refugiam em cemitérios de São Paulo.


A decisão foi anunciada nesta quarta (16) no Instagram e ocorre um dia após o Diário Oficial do Município publicar ordem interna da diretora do Departamento Técnico de Cemitérios. Segundo o texto, seriam banidos potes e vasilhas com água e ração, mantas e caixas de madeira ou papelão.


"Já determinei ao pessoal do Serviço Funerário que mude essa orientação", escreveu o prefeito em rede social, em resposta a um comentário sobre a restrição.
Ao determinar a proibição, o departamento de cemitérios justificou a medida pelo grande número de animais abandonados pela população nos locais, pela possibilidade de transmissão de doenças, pela necessidade de manter a higiene nas áreas e pelo fato de alguns animais poderem se tornar agressivos ou perturbarem famílias em momento de luto.



últimas

  1. Apagão volta a atingir Caracas e outras regiões da Venezuela
  2. Em reunião com ministros, Bolsonaro defende relação pacífica com Maia
  3. Investigado na Lava Jato é encontrado morto em Porto Alegre
  4. Governo Bolsonaro suspende avaliação de alfabetização por dois anos
  5. Professor do Quênia que doa 80% do salário ganha 'Oscar da educação'
On Top