Bruno Oliveira

Senadora da Califórnia vai tentar candidatura democrata à Presidência


 A senadora democrata Kamala Harris, da Califórnia, anunciou nesta segunda-feira (21) que vai disputar a candidatura de seu partido à Presidência dos EUA durante participação no programa de TV Good Morning America, da rede ABC.


Harris, 54, que é filha de imigrantes da Jamaica e da Índia e uma estrela em ascensão no Partido Democrata, está em seu primeiro mandato como senadora.


Crítica das políticas imigratórias do presidente Donald Trump, a senadora entra na disputa de 2020 como a candidata democrata que mais se parece com a base do partido, cada vez mais diversa e composta de mulheres, jovens e minorias.


"Vamos fazer isso juntos. Vamos reivindicar nosso futuro. Para nós, para nossos filhos e para nosso país", afirmou em um vídeo de campanha lançado para coincidir com sua participação televisiva.


"Tenho a experiência única de ter sido uma líder no governo local, no governo estadual e no governo federal", afirmou ela no programa.


O anúncio coincide ainda com o feriado de Martin Luther King Jr. nos EUA.


Após dois mandatos como promotora em San Francisco (2004-2011), Harris foi eleita duas vezes procuradora-geral da Califórnia (2011-2017), tornando-se a primeira mulher e primeira negra a ocupar o cargo.


Em janeiro de 2017 tomou posse como senadora pela Califórnia, a primeira mulher de ascendência do Sudeste Asiático e a segunda negra na história a ocupar um assento na Câmara alta, após Carol Moseley Braun.


Ela se tornou popular entre ativistas liberais por seu duro questionamento de funcionários do governo Trump, como o indicado para a Suprema Corte Brett Cavanaugh, durante sessões no Senado.


Sua campanha irá focar na redução do alto custo de vida para a classe média, em mudanças nos sistemas de imigração e de justiça criminal e em um sistema de saúde para todos.


Também disputam a indicação do Partido Democrata as senadoras Elizabeth Warren e Kirsten Gillibrand e Julián Castro, ex-secretário de Habitação no governo Obama.

 



últimas

  1. SIGA AS ATUALIZAÇÕES SOBRE A QUEDA DA BARRAGEM EM BRUMADINHO EM TEMPO REAL
  2. O que se sabe sobre a queda da barragem em Brumadinho até agora
  3. Sobe para nove o número de mortos na tragédia em Brumadinho, mais de 300 estão desaparecidos
  4. Fux volta atrás de decisão que submetia candidatura de Renan à Justiça de 1º grau
  5. May apresenta plano B para o 'brexit' e diz que voltará a negociar com a UE
On Top